download epub Bichos – Schematicwiringdiagram.co

ver s rie Grandes Livros BICHOS Miguel Torga Bichos de Miguel Torga um universo desenhado em catorze contos, onde humanos e animais partilham caracter sticas e tamb m as vicissitudes da vida, colocando quest es fundamentais sobre a sociedade e a pr pria exist nciaEste cl ssico da literatura portuguesa, foi publicado pela primeira vez emCada um dos catorze contos tem uma personagem um animal humanizado ou um humano que quase animal e todos vivem em luta com a natureza, Deus ou consigo mesmoDiferentes entre si nas suas particularidades, estes bichos , animais e humanos, est o todos na mesma Arca de No , a terra m e, irmanados numa luta igual pela vida e pela liberdade As suas hist rias, apelam interpreta o porque representam dilemas muito humanos mas partilhados quer pelos homens quer pelos animais O Homem , neste livro, mais um bicho entre os outros e n o ocupa um lugar privilegiado na cria oPara Miguel Torga, a evolu o afastou o Homem da natureza, condenando o perdi o e, viaja com Bichos em busca da sua ess ncia selvagem, da pureza dos instintos, pondo em causa Deus, liberdade, sociedade e a rela o do individuo com elas ver mais at Se eu hoje me esquecesse das tuas ang stias, e tu das minhas, ser amos ambos traidores a uma solidariedade de ber o, umbilical e c smica se amanh n o estiv ssemos unidos nos factos fundamentais que a posteridade h de considerar, estes anos decorridos ficariam sem qualquer significa o, porque onde est ou tenha estado um homem preciso que esteja ou tenha estado toda a humanidade. This is delightful classic of Portuguese literature Published in 1940, Miguel Torga wrote 14 short 3 7 page stories all based on what he calls his Noah s Ark of animals The stories center around a specific animal with a human name Instead of anthropomorphizing the beasts, the stories involve some human interaction Bambo the toad and Uncle Arruda enjoy life Miura the bull stares down a bull fighter Tenorio the rooster bothers the neighbors with his early morning cawing Clara asks the c This is delightful classic of Portuguese literature Published in 1940, Miguel Torga wrote 14 short 3 7 page stories all based on what he calls his Noah s Ark of animals The stories center around a specific animal with a human name Instead of anthropomorphizing the beasts, the stories involve some human interaction Bambo the toad and Uncle Arruda enjoy life Miura the bull stares down a bull fighter Tenorio the rooster bothers the neighbors with his early morning cawing Clara asks the cuckoo how many years she must wait for her love to arrive Cats, dogs, cicadas, and a host of birds round off the beasts Winters were cruel and the summers hot The people are poor and life is hard Faith and rural life underline the simple life Torga s stories reveal this reflection between humans and nature Yet the stories I liked best were the final two The life of senhor Nicolau, the zoologist, is recounted, tying together all the previous stories with his thirty years obsession with recording nature But Vicente, the crow, who escapes Noah s ark, in search of freedom was a gem Nothing worse than the wrath of god Poor Noah, shaking in his boots A special thanks to Susana who steered me in this direction Sorry it took so long to read Li isto h tanto tempo, h tanto que devia ent o ser uma besta e n o ter guardado em mim algumas coisas al m de fant sticas que aqui se passam.Nero 4 Mago 4 Madalena 5 Morgado 5 Bambo 4 Ten rio 3 Jesus 4 Cega Rega 4 Ladino 3 Ramiro 3 Farrusco 4 Miura 5 Senhor Nicolau 5 Vicente 5 Nunca pensei que uma obra escrita no ano de 1940 fosse t o actual.O m rito desse feito claro fruto de Miguel Torga, o nico escritor que at hoje me cativou com a sua poesia e por esse motivo decidi partir para a prosa.Em 14 contos s o abordados temas como o aborto, a velhice, a tourada, a amizade, a liberdade e at religi o, entre muitos outros Miguel Torga descreve os sentimentos e pensamentos dos animais de forma t o subtil que desde cedo percebemos que o objectivo n o defender os direit Nunca pensei que uma obra escrita no ano de 1940 fosse t o actual.O m rito desse feito claro fruto de Miguel Torga, o nico escritor que at hoje me cativou com a sua poesia e por esse motivo decidi partir para a prosa.Em 14 contos s o abordados temas como o aborto, a velhice, a tourada, a amizade, a liberdade e at religi o, entre muitos outros Miguel Torga descreve os sentimentos e pensamentos dos animais de forma t o subtil que desde cedo percebemos que o objectivo n o defender os direitos dos mesmos mas sim os deveres dos humanos para com a Terra.Atrav s das pequenas hist rias as crueldades e as felicidades da natureza e do homem s o postas a nu, num grito de quase desespero para alcan ar a mente da sociedade t o devota de si mesma.Um dos meus contos preferidos sem d vida o de Madalena Tentei adivinhar qual seria o bicho representado, quando me apercebo que sou eu, ali, no meio daquela bicharada O Homem encontra tamb m o seu lugar Lugar esse para mostrar o preconceito da sociedade perante uma jovem solteira e gr vida Que subiu a montanha o quanto conseguiu para dar luz o seu filho e enterra lo l para de seguida descer a montanha e regressar sociedade civilizada.Mas ainda acima disso eu destacaria o ltimo conto, em que Vicente, o corvo, a meu ver, nem mais nem menos, a representa o quase impercept vel do pr prio Miguel Torga Um p ssaro livre das trivialidades, da religi o, da compaix o de Deus, que n o precisa de nenhuma Arca de No para sobreviver, mesmo sabendo Que, para salvar a sua obra, fechava melancolicamente, as portas do c u